Notícia - Todas
13/11/2017 - 14:13

Juventude é Campeão Gaúcho Sub-15

Equipe venceu o Novo Hamburgo por 1 a 0 no sábado, 11 de novembro, no Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul

Em jogo emocionante no estádio Alfredo Jaconi, o Juventude venceu o Novo Hamburgo e se tornou o Campeão Gaúcho Sub-15 de 2017. A torcida dos dois times aproveitou a oportunidade de conhecer os futuros craques e se fez presente nas arquibancadas na tarde de sábado (11/11).
 
 
 
Com gol de Yago, que acertou o ângulo da entrada da área, o Juventude fez 1x0 e garantiu mais o título para a base alviverde provando a excelência do trabalho de formação de atletas do Esporte Clube Juventude. Os anilados foram superados e encerraram o torneio com o vice-campeonato do estadual, entretanto os torcedores hamburguenses que foram até a serra gaúcha incentivar, ao final do jogo, reconheceram a garra e determinação dos garotos do Noia e aplaudiram de pé.
 
Nos 45 minutos iniciais, intensidade foi a palavra-chave da partida. Desde o início, sabendo que precisava do resultado, o Juventude foi para cima e criou boas chances. Já o Anilado não quis administrar a vantagem que conquistou no Estádio do Vale e levou perigo em transições rápidas pelos lados do campo. As rápidas roubadas de bola dos volantes Fraga e Felipe, imediatamente resultavam nos contra-ataques puxados por Alli e Ruan. A melhor oportunidade do Novo Hamburgo saiu dos pés do camisa 7, Alli, aos 32 minutos. Após cobrança de falta na grande área, o meia ficou na cara do goleiro Breno, mas o arqueiro realizou grande defesa evitando o gol do Noia.
 
Bem postado defensivamente e de olho nas oportunidades em contra-atacar, o Novo Hamburgo marcou com firmeza, dificultando ao máximo as investidas alviverdes. Na insistência, o Verdão chegou com perigo aos 34 minutos, em boa jogada de Lucas Martins, que finalizou à direita do goleiro. Um minuto depois, em jogada parecida, Kelvi recebeu na entrada da área e finalizou perto do gol. 
 
Para a segunda etapa, o técnico Guilherme Bedin fez algumas substituições no Juventude que surtiram efeito. Com o time muito ofensivo, a torcida sentiu que o momento era bom e apoiou até o Juventude chegar ao gol. O Anilado seguiu construindo suas melhores oportunidades pelas pontas. Porém, aos 29 minutos, o atacante Yago, que havia entrado minutos antes, marcou o gol da vitória para o Juventude. Ele driblou o marcador e em cima da risca da grande área, chutou firme, com efeito, no ângulo esquerdo, sem chances para o goleiro.
 
 
 
Exigido o jogo inteiro, o Novo Hamburgo quis superar o cansaço e mostrou garra ao tentar buscar o empate, mas o Juventude não permitiu. Por outro lado, Sagüi animou a torcida quando, na linha de fundo, aplicou uma lambreta sobre dois marcadores e foi derrubado. Na cobrança, o próprio Sagüi cobrou, mas o goleiro João brilhou e defendeu a penalidade máxima para o ECNH. 
 
E não houve tempo para mais nada. Com o gol qualificado, a taça do Gauchão ficou com o Juventude, pois no jogo de ida o Novo Hamburgo havia vencido por 2 a 1. O Juventude sagrou-se Campeão Gaúcho Sub-15.
  
Em sua campanha, o Juventude realizou 22 jogos no Gauchão, com 17 vitórias, 2 empates e apenas 3 derrotas. O atacante Pedro Arthur terminou como artilheiro da equipe na competição, marcando 16 gols.
 
 
No sábado, o Juventude foi a campo com: Breno; Deivid (Pedrinho), Leonardo, Fabiano, Alemão; Pará, Kelvi (Boff), Deryck (Sagui), Lucas Martins (Jean); Rafinha, Arthur (Yago).
 
Fotos: Gabriel Tadiotto/E.C.Juventude

Fone: (51) 3214-6000