Notícia - Todas
02/12/2018 - 12:45
São Paulo disposto a mais um título e vitória do Flamengo com a canhota de Marx Lenin

A primeira rodada do Grupo B da Copa Internacional Ipiranga Sub 20 teve seus jogos realizados na noite de sábado, 1º de dezembro, no estádio universitário do Parque Esportivo da PUCRS, em Porto Alegre. 

Ainda com dia claro, o São Paulo, campeão das duas edições internacionais da competição (2016 e 2017) e da edição de 2015, debutou em confronto com o uruguaio Nacional. E mostrou disposição de buscar mais um título. Na segunda partida da noite, quando tudo encaminhava para um empate sem gols entre Flamengo e Cruzeiro, brilhou a estrelha de Marx Lenin, numa cobrança de falta certeira.

Na segunda-feira, 03, o Nacional volta a campo às 15h30 na PUC diante do argentino Independiente, enquanto Cruzeiro e São Paulo duelam às 18h30, com transmissão ao vivo pelo canal SporTV. O Flamengo só volta a campo na terceira rodada, dia 5.

 

São Paulo 3x0 Nacional

Demorou quase um tempo para sair gol no jogo, mas engana-se quem acha que faltou emoção na primeira etapa. O Nacional partiu logo para cima e deu bastante trabalho ao goleiro Thiago Couto. 

Aos poucos, o São Paulo conseguiu impor seu ritmo de jogo, trocando passes e ficando com a bola. E numa jogada de Fabinho pela direita, Rodrigo Nestor encontrou Gabriel Sara na ponta esquerda da pequena área, para abrir o placar aos 42 minutos. 


Foto: Everton Silveira/saopaulofc.net

Na volta do intervalo, quando haviam se passado  4 minutos, o time do Nacional saiu errado no meio de campo, Toró acreditou, buscou e disparou para a área, finalizando ainda da entrada, pela direita, 2 a 0. O Tricolor saia mais para o jogo e criava boas oportunidades, chegando a carimbar o travessão. Em contra-ataque, o time uruguaio tentou surpreender, mas Thiago Couto brilhou mais uma vez, colocando para escanteio. 

Aos 26 minutos, após entrada forte em Rafael numa falta de ataque, o zagueiro Chopitea do Nacional recebeu o segundo cartão amarelo, sendo expulso. O técnico Tabaré Alonso iria substituir seu zagueiro amarelado por Tavo Perdomo, mas o suplente aguardava a bola sair ao lado do quarto árbitro e testemunhou o vermelho de seu companheiro.


Foto: Everton Silveira/saopaulofc.net

Com a vantagem numérica no placar e de jogadores, o São Paulo ampliou aos 32 minutos, com mais uma arrancada de Toró e finalização no canto do gol, 3 a 0. Placar que garantiu a liderança do Grupo ao atual bicampeão da Copa Internacional Ipiranga.

Confira a ficha técnica da partida:

São Paulo: Thiago Couto, Marcos Jr, Morato, Fasson (Calebe) e Danilo (Thiaguinho); Diego, Rafael (Alisson), Rodrigo Nestor (Welington), Gabriel Sara, Toró (Gabriel Novaes) e Fabinho (Vitinho). Técnico: Orlando Ribeiro

Nacional: Bernatene, Chopitea, Parada (Mono), Chucky, Silvera; Emi Martinez (Paragua), Romero, Trezza (Uran), Alfaro (Sanseviero), Santi Rodriguez (Tavo) e Vecino (Espinosa). Técnico Tabaré Alonso

Arbitragem: Rafael Klein, auxiliado por Gustavo Schier e Maíra Moreira. Quarto árbitro: Bruno Alexandre da Silva Leites.

 

Flamengo 1x0 Cruzeiro


Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Rubro-negros e celestes duelaram no segundo jogo da noite de sábado e parecia que terminaria empatado. Ao longo da partida, o Cruzeiro mostrou mais volume e oportunidades de gol, paradas no goleiro Hugo. A Raposa optou por uma estratégia de pressionar os defensores do Flamengo, o que resultava na retomada da posse de bola. 


Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Na volta do intervalo, o cenário da partida não mudou. Logo nos 15 minutos iniciais, o atacante Marcelo teve a melhor chance do segundo tempo, quando ficou cara-cara com o goleiro, mas teve o arremate defendido. Aproveitando bem os lados do campo, como havia feito na primeira etapa, o Cruzeiro ganhou cresceu ainda mais após a entrada do meia Caio.

Mas a troca que mudou a história do jogo aconteceu no Flamengo, com a entrada de Marx Lenin no lugar de Luiz Henrique, aos 38 minutos da etapa final. Ele cavou uma falta na intermediária mineira e se apresentou para bater. 

Neste instante, enquanto armava-se a barreira do goleiro Gabriel Brazão, começou uma chuva que tornou campo e bola lisos. Foram os ingredientes que tornaram indefensável o chute de perna esquerda do jogador que traz no nome uma história de revolução. A bola passou no meio da barreira e traiu Brazão.

Antes do apito final, Vinicius foi expulso após segundo cartão amarelo. 

Confira a ficha técnica da partida:

Flamengo: Hugo, Aderlan, Nathan, Patrick e Michael; Henrique, Matheus Alves (Vinicius), Luiz Henrique (Marx Lenin), Yuri, Bill (Vitor Ricardo) e Wendel. Técnico: Mauricio Ferreira de Souza

Cruzeiro: Gabriel Brazão; Luiz Gustavo (Vinícius Popó), Edu, Jonathan Monteiro e Matheus Pereira; Rômulo, Adriano (Marco Antônio), Maurício (João Luiz), Michel e Marcelo; Leonardo (Caio). Técnico: Ricardo Resende.

Arbitragem: Fábio de Souza, auxiliado por Conrado Bittencourt Berger e Artur Preissler. Quarto árbitro: Joseph Ribeiro Lopes.

PATROCINADORES

Telefone: (51) 3214-6000

Telefone: (51) 3214-6000