Um século de história
Estádio Aldo Dapuzzo completa 100 anos com programação especial do São Paulo

21 ABR 2021 09:00


Crédito: São Paulo / DVG

Patrimônio Histórico e Cultural da cidade de Rio Grande, o Estádio Aldo Dapuzzo completa um século de vida nesta quarta-feira (21), como uma lenda viva do São Paulo. Para celebrar o marco, o Leão do Parque planejou uma série de atrações para eternizar ainda mais a casa e orgulho dos torcedores da cidade.   

O estádio agora centenário guarda na memória milhares de histórias no futebol. O Dapuzzo, por exemplo, foi o primeiro local a receber um Gre-Nal fora de Porto Alegre, e já teve partidas que marcaram época, como um São Paulo x Flamengo, pelo Brasileirão (Taça Ouro) de 1980. Por tudo isso, a ideia da direção é valorizar ainda mais a história do estádio.  

- Nós entendemos que o patrimônio do São Paulo, a tradição deve ser preservada. Não temos como pavimentar um futuro promissor para o clube, sem cuidar do passado. O estádio foi construído a muitas mãos, com muito sacrifício. Queremos valorizar essa história, é a casa do nosso torcedor - afirma Deivid Pereira, presidente do São Paulo. 

Entre as atrações programadas para celebrar a data, estão: lançamento do canal do São Paulo No YouTube, apresentação das camisas oficiais para a temporada 2021, missa em ação de graças pelo centenário do Dapuzzo, o descerramento da placa alusiva aos 100 anos, inauguração da segunda etapa do memorial e reinauguração do sistema de iluminação. 

- É indiscutivelmente um momento histórico e de muita alegria para o futebol gaúcho. Na condição de presidente da Federação Gaúcha de Futebol - FGF, quero mandar os parabéns ao São Paulo por esse marco do seu estádio, um patrimônio histórico do futebol gaúcho - valoriza Luciano Hocsman. 


Crédito: São Paulo / DVG

A história do Dapuzzo

Conforme lembrado por Deivid Pereira, o estádio nasceu e cresceu com o esforço dos torcedores. Começou como um modesto pavilhão de madeira e se desenvolveu nos anos seguintes. Chamado inicialmente de Waldemar Fetter, o local ganhou corpo a partir da década de 40 com a construção de uma área social, cujas características foram mantidas pelo tempo e preservadas até então. 

O primeiro sistema de iluminação foi inaugurado em 1954, enquanto as arquibancadas de alvenaria da Rua América foram erguidas em 1961. Em 1979, a reforma foi ainda maior: ganhou um módulo de arquibancadas em formato de ferradura para ser capaz de disputar competições nacionais e passou a ter capacidade para 8 mil pessoas. Com a reformulação e o crescimento do São Paulo, o estádio mudou de nome: passou a ser chamado de Aldo Dapuzzo. 

Em 1980, o estádio recebeu o maior público da sua história. Em 23 de março, cerca de 19 mil pessoas acompanharam o confronto contra o Flamengo de Zico, Júnior, Andrade, Tita e companhia. O resultado foi um celebrado 0 a 0 contra uma equipe que seria campeã mundial no ano seguinte.    


Crédito: São Paulo / Arquivo

A programação oficial

12h - Inauguração da TV Leão do Parque no YouTube 

13h - Lançamento das camisas oficiais e comemorativas para a temporada 2021

18h - Missa em Ação de Graças pelo centenário do estádio

19h - Descerramento da placa alusiva aos 100 anos

19h30min - Inauguração da 2° etapa do Memorial

20h - Reinauguração do sistema de iluminação (Sujeito a alteração)