Goleada solitária e o ataque sem gols: as curiosidades do Gauchão Ipiranga 2020

10 FEV 2020 15:16:51


Crédito: Max Peixoto / FGF

A fase classificatória da Taça Cel. Ewaldo Poeta chegou ao fim no último domingo. Enquanto a bola não rola para as semifinais, a Federação Gaúcha de Futebol organizou um compilado com 10 curiosidades sobre os 30 jogos que foram realizados no Gauchão Ipiranga 2020. Confira:

O ARTILHEIRO RUBRO
Até agora, nenhum jogador balançou mais as redes adversárias que Michel, do São Luiz. O atacante marcou quatro gols em cinco jogos no Gauchão Ipiranga 2020.

GOLEIRO GOLEADOR
O Gauchão Ipiranga 2020 teve um gol marcado por um goleiro. Sim, foi na primeira rodada. O autor foi Fábio, do São José, na partida contra o Esportivo. O arqueiro converteu pênalti, e o jogo terminou empatado em 1 a 1.

OS INVICTOS
Dos quatro semifinalistas da Taça Cel Ewaldo Poeta, dois permanecem invictos: Internacional e Ypiranga. O Grêmio foi derrotado na primeira rodada, e o Caxias foi batido no encerramento da fase de grupos.

1x0, O PLACAR MAIS COMUM
O placar que mais se repetiu nas cinco primeiras rodadas foi a vitória simples por 1 a 0. Foram, ao todo, nove resultados, com cinco triunfos para os mandantes e quatro para os visitantes.

4x3, O PLACAR MAIS ELÁSTICO
Duas partidas tiveram nada menos do que sete gols marcados. Coincidentemente, ambas terminaram com o mesmo placar: 4x3. A primeira ocorreu na segunda rodada, na vitória do Esportivo sobre o Aimoré na Montanha dos Vinhedos. A segunda, no triunfo colorado no 19 de Outubro, diante do São Luiz.

A GOLEADA SOLITÁRIA
Ao longo de todo o primeiro turno, apenas uma goleada ocorreu. Foi na quarta rodada. Em casa, o Grêmio aplicou 5 a 0 no Esportivo.

O ATAQUE MAIS EFETIVO
Além da melhor campanha geral na primeira fase, o Internacional teve o melhor ataque. Foram 10 gols marcados em cinco jogos, uma média de dois gols por partida.

O ATAQUE DE UM ÚNICO GOL
O Brasil de Pelotas marcou somente um gol nas cinco rodadas da Taça Cel Ewaldo Poeta. Casualmente, o tento solitário valeu três pontos para o Xavante. Foi na partida contra o São José, no Bento Freitas.

O ATAQUE SEM GOLS
O Novo Hamburgo encerrou o primeiro turno sem balançar as redes adversárias. 0x0 com o Pelotas, 0x1 contra o Ypiranga, 0x0 com o Juventude, 0x0 com o São Luiz e 2x0 contra o Internacional.

A DEFESA MENOS VAZADA
Semifinalista, o Ypiranga sofreu apenas um gol em cinco partidas. A defesa do Canarinho foi vazada na vitória por 2 a 1 contra o Pelotas, na terceira rodada.