FUTEBOL FEMININO
Gurias do Grêmio vencem Flamengo nos pênaltis e são finalistas da Supercopa Feminina

09 FEV 2022 17:54


Grêmio chega à decisão da primeira Supercopa - Crédito: Morgana Schuh / Grêmio FBPA

Gurias Gremistas na decisão! O Grêmio superou o Flamengo nos pênaltis e se classificou para a grande final da Supercopa do Brasil Feminina. Jogando no estádio Luso Brasileiro, no Rio de Janeiro, na tarde desta quarta-feira (09), o Tricolor saiu atrás no tempo regulamentar com gol de Cida para as cariocas. O empate das gaúchas veio com Jéssica Soares, deixando tudo igual em 1 a 1.

Nas penalidades, brilhou a estrela da goleira Lorena, que, depois de fazer ótimas defesas durante a partida, ainda defendeu uma penalidade. O time da casa errou mais uma cobrança, em chute por cima. Já as gurias gremistas acertaram quatro das cinco cobranças e fecharam o placar em 4 a 3.

Na grande final, o Tricolor enfrentará o Corinthians, em jogo único a ser disputado no próximod domingo (13), em São Paulo.

O JOGO

Jogando em casa, o Flamengo começou pressionando e abriu o placar logo cedo. Aos sete minutos, a goleira Lorena não alcançou cruzamento pelo alto, e Cida aproveitou a sobra para colocar por cobertura: 1 a 0. O Grêmio não se abateu após o gol, e passou a colecionar as melhores oportunidades. Aos 19, após lançamento para a área, a defesa do Flamengo se atrapalha, e a bola se oferece para Jéssica Soares, livre, deixar tudo igual.

No segundo tempo, o Flamengo retomou as rédeas da partida. Aos dois minutos, Duda só não marcou graças a uma grande defesa de Lorena. A goleira gremista ainda teve sorte em outro lance, depois que o chute de Gisseli explodiu no travessão. Aos 29, Luany teve a grande chance de virar o jogo para as gremistas, mas, cara a cara com Kaká, bateu rente ao poste esquerdo. Ainda deu tempo para Lorena salvar o Grêmio mais uma vez. Aos 39, Anny Marabá chutou rasteiro na área, e a goleira gremista reagiu rápido para espalmar.

Curiosamente, nas penalidades, Lorena defendeu o pênalti cobrado pela mesma Anny Marabá. A outra cobrança desperdiçada pelo Flamengo saiu dos pés de Monalisa, que chutou para fora. O Grêmio perdeu apenas uma cobrança. Caty converteu a última penalidade e colocou as gurias do Grêmio na grande final da primeira Supercopa Feminina.