Copa do Brasil
Juventude vence Porto Velho em Rondônia e avança na Copa do Brasil

02 MAR 2022 18:25


Centroavante Pitta abriu o placar - Crédito: Fernando Alves / EC Juventude


Jaconero classificado!
O Juventude venceu o Porto Velho por 2 a 1 e garantiu a vaga para a segunda fase da Copa do Brasil. Em duelo disputado no estádio Aluízio Ferreira, em Porto Velho, Rondônia, na tarde desta quarta-feira (02), o time gaúcho saiu à frente com Pitta, permitiu a igualdade em gol de Yan e voltou à frente após pênalti cobrado por Ricardo Bueno.

Melhor ranqueado na CBF, o campeão da edição de 1999 poderia até empatar para avançar na competição. Agora, enfrenta o vencedor do confronto entre Real Noroeste e Operário-PR. No domingo (06), às 19h, a equipe de Caxias do Sul retoma as atenções ao Gauchão, diante do Guarany, no Alfredo Jaconi.

O JOGO

Mesmo repleto de desfalques devido a um surto de Covid-19, o Juventude dominou o primeiro tempo. Chico Kim por pouco não marcou direto de cobrança de escanteio, mas o defensor evitou sobre a linha o gol olímpico. Kim também passou perto de abrir o placar em cobrança de falta defendida por Martins. O goleiro dos donos da casa já estava se tornando personagem do jogo depois de grande defesa em chute cara a cara de Capixaba.

Nos acréscimos da etapa inicial, o Juventude encontrou o merecido gol. Aos 46, em mais uma boa jogada de Chico Kim, a bola se ofereceu a Pitta, que bateu cruzado: 1 a 0. Tudo que o time gaúcho batalhou para realizar em mais de 45 minutos o Porto Velho resolveu fazer em um minuto. Aos 48, depois de praticamente não levar perigo, os mandantes empataram com Yan, que aproveitou cruzamento.

Logo no início do segundo tempo, uma cena rotineira da etapa inicial voltou a se repetir: Juventude atacando e Martins salvando. Desta vez, o goleiro do Porto Velho defendeu duas finalizações em sequência, de Ricardo Bueno e Darlan. As chances perdidas seguiram, quase sempre por culpa do dia inspirado do goleiro. Até que, após chute de Ricardo Bueno, o árbitro apontou mão na bola de Pablo dentro da área. Aos 37, Bueno converteu a penalidade, e o time gaúcho volta para Caxias do Sul com a classificação na bagagem.