Gauchão 2022
União Frederiquense empata com o Brasil-Pel e deixa a zona de rebaixamento

27 FEV 2022 21:04



União e Brasil fizeram jogo equilibrado - Crédito: Volmer Perez / GEB


Em duelo com objetivos distintos, União Frederiquense e Brasil-Pel empataram em 1 a 1, na Arena União Frederiquense, em Frederico Westphalen, na noite deste domingo (27), pela 9ª rodada do Gauchão 2022. Jander abriu o placar de cabeça para o Leão da Colina e Marllon deixou tudo igual de pênalti para o Xavante. O ponto somado pelos donos da casa foi suficiente para a saída da zona de rebaixamento, enquanto o time de Pelotas se aproximou, mas ainda não conseguiu ingressar no G-4.

CONFIRA A TABELA DO GAUCHÃO


O União chegou aos oito pontos e conseguiu deixar o Z-2 nos critérios já que tem a mesma pontuação do Juventude. O Brasil tem a mesma pontuação do último time a ocupar o G-4, com 12 pontos, mas está em sétimo. Na décima rodada, as duas equipes jogam no domingo (06). O Leão da Colina recebe o São José em Frederico Westphalen, às 16h. O Xavante vai a Ijuí enfrentar o São Luiz, às 19h.

O JOGO


Logo no primeiro minuto de partida, o Brasil-Pel levou perigo. Paulo Victor chutou rasteiro e o goleiro Marcos defendeu. O União respondeu aos oito minutos, em duas oportunidades seguidas. Daivison cabeceou no travessão e, na sobra, Eliomar chutou forte para grande defesa de Marcelo. O Leão da Colina chegou ao gol na bola aérea, aos 17. Jander subiu mais que todo mundo e completou de cabeça para o fundo da rede. O Xavante igualou o placar de pênalti, aos 36 minutos. Marcelinho invadiu a grande área e foi derrubado. Marllon cobrou no canto esquerdo do goleiro: 1 a 1.

Assim como na etapa inicial, o Brasil teve a primeira chegada ofensiva do segundo tempo. Luizinho recebeu pela direita e ajeitou para finalizar fechado no contrapé de Marcos, que defendeu. Embora a etapa final tenha começado com a oportunidade de gol, o restante da partida foi marcado pelo equilíbrio entre as equipes. O União teve dificuldades em passar pela defesa Xavante. Aos 28, Anderson Magrão recebeu em profundidade dentro da área e finalizou cruzado para a defesa de Marcelo. Na reta final de partida, o Leão da Colina pressionou o Brasil, mas não conseguiu transformar o domínio em gol.

Texto por Angelo Pieretti, com supervisão de Lucas Rizzatti